Na Bienal, projeto da vídeo-entrevista recebe apoio de pesquisadores da cultura digital

Drica Guzzi veste a camiseta da biografia da Léa Fagundes durante a Bienal do Livro

Nestes dias de Bienal do Livro de São Paulo, a nossa equipe acompanhou de perto as discussões sobre literatura em tempos de cultura digital e encontrou por lá pessoas que apoiam e valorizam a Biografia Colaborativa da Léa Fagundes, como a Drica Guzzi, coordenadora dos Programas de Inclusão Digital AcessaSP e Acessa Escola. Ela já colaborou com a campanha no Catarse (corre lá também), onde estamos viabilizando o vídeo-entrevista com a educadora, e durante a Bienal vestiu a camiseta do projeto!

A biografia da Léa Fagundes ainda foi assunto na mesa “Colaboração Humana, Sociedade e Literatura em Tempos Digitais”, formada por Guzzi, Gil Giardelli, Luis Algarra e Luis Radfather. Ao discutirem iniciativas que buscam engajamento e mobilização social com o auxílio de plataformas digitais, Gil Giardelli abriu espaço para que a nossa equipe explicasse como e por que estamos empenhados em fazer acontecer o vídeo-entrevista com a educadora gaúcha por meio da plataforma Catarse.

É muito bacana ver essa receptividade ao projeto. Ver as pesquisadores, educadores, gestores abrindo espaço, apoiando, ajudando a fazer esse projeto chegar a mais e mais gente que pode ajudar a construir esse registro histórico da educadora. Para você apoiar também, basta acessar a página no Catarse, escolher uma das cotas do lado direito da página e participar! Todas as cotas oferecem recompensas. A camiseta que a Drica Guzzi veste acima é uma delas.

 

Comente este post